O fim do mundo vai acontecer em 23 de setembro de 2017?

SHARE
, / 281 0
virgoÉ impressionante a capacidade que o diabo tem de promover contrafações. Deus criou um dia de repouso, o inimigo foi lá e inventou o dele. Deus estabeleceu um povo fiel à Bíblia para ser Seu representante na Terra, o inimigo promoveu a multiplicação de igrejas e credos para confundir as pessoas. Deus concedeu dons para capacitar a igreja a pregar o evangelho, inclusive em terras estrangeiras e culturas as mais diversas, o inimigo estimulou estados mentais de transe e emocionalismo vazio e chamou isso de dom. Jesus deixou claros sinais bíblicos que apontam para Sua segunda vinda, Satanás espalhou “placas falsas” pelo caminho, com o objetivo de criar confusão e dessensibilizar as pessoas. A falsa profecia do momento diz que haverá alguma coisa espetacular no dia 23 de setembro. Sim, daqui a menos de dez dias.
Vários líderes cristãos evangélicos e inclusive católicos têm divulgado informações a respeito de um arrebatamento ou mesmo de uma grande catástrofe por se abater sobre a Terra. No mês passado, o jornal The Washington Post entrevistou vários estudiosos do tema e aproveitou como “gancho” o eclipse recente que também era apontado como “sinal do fim”. Gary Ray, da revista Unsealed, especializada em profecias, afirmou ao Post que é impossível ignorar que o alinhamento das estrelas, do Sol e da Lua na noite do dia 23 tem semelhanças com a profecia de Apocalipse 12. Será que tem mesmo?
Apocalipse 12 traz a descrição simbólica de uma mulher vestida de branco, com a Lua debaixo dos pés e o Sol e doze estrelas sobre a cabeça. No próximo dia 23, a constelação de Virgem assumirá uma configuração semelhante à da descrição da mulher de Apocalipse 12. E, para incendiar ainda mais a imaginação dos intérpretes, o planeta Júpiter “sairá” da “barriga” da constelação nesses dias.
Faz tempo que as pessoas confundem astronomia com astrologia e criam histórias mirabolantes envolvendo alinhamentos planetários. Astrologia é pseudociência e alinhamentos de planetas não têm nada que ver com profecias bíblicas. Alguns chegam ao ponto de dizer que a estrela que conduziu os magos do Oriente até Jesus teria sido, na verdade, um raro fenômeno astronômico envolvendo alinhamento planetário. Só que não há evidência alguma disso. Em seu livro O Desejados de Todas as Nações, a escritora inspirada Ellen White diz que essa estrela na verdade era um grupo de anjos brilhantes, o que faz muito mais sentido já que não há registros astronômicos da tal estrela e que ela se movia guiando os magos.
Um líder evangélico diz acreditar que as 12 estrelas mencionadas na profecia apocalíptica são, na verdade, a constelação de Leão (que tem nove estrelas) mais os planetas Vênus, Marte e Mercúrio, alinhados a ela. Para ele, esse é um dos sinais de que o arrebatamento está muito próximo de acontecer. Ocorre que pessoas como ele partem de um erro de interpretação e buscam falsas evidências para justificá-lo. Em lugar algum a Bíblia fala em arrebatamento secreto do povo de Deus antes da segunda vinda de Cristo.
Em 1 Tessalonicenses 4:15 a 17, o apóstolo Paulo escreveu: “Dizemos a vocês, pela palavra do Senhor, que nós, os que estivermos vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, certamente não precederemos os que dormem. Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre.”
Percebeu a clareza do texto? Os mortos não irão para o Céu na frente dos vivos, nem os vivos precederão os que morreram. Todos os salvos, os ressuscitados e os transformados, irão para o Céu ao mesmo tempo. Quando? Na volta de Jesus, não antes. Como? Visivelmente, não secretamente. É isso o que a Bíblia ensina. Portanto, os que associam esse alinhamento planetário ao tal arrebatamento secreto partem de uma premissa errada e acrescentam mais erros sobre ela.
O doutor Danny Faulkner, astrônomo que trabalha com o ministério Answers in Genesis, lembra que esse seria um evento muito raro, que ocorre apenas uma vez a cada sete mil anos. Por isso, Faulkner admite que embora possa parecer especulativo “esse período de tempo entre 2017 e 2024 faz muito sentido”. Ou seja, seria o período entre o começo da grande tribulação e o fim dos tais sete anos que precederiam a volta de Jesus. Pura ficção sem base bíblica.
A sequência de furacões e os terremotos seguidos ocorridos nas últimas semanas também vêm sendo apontados como “sinais do fim”. Não que não sejam, já que Jesus menciona em Mateus 24 o aumento de catástrofes como indicativo da proximidade de Sua vinda, mas relacionar isso com o eclipse e o alinhamento planetário é realmente forçar a barra. Lembre-se de que o próprio Jesus nos advertiu a não ficarmos ansiosos quanto a datas e disse também que ninguém sabe o dia nem a hora em que Ele virá. Nossa fé na segunda vinda de Cristo não deve depender de eventos especulativos nem estar vinculada a um tempo. Devemos crer simplesmente porque foi o nosso Mestre quem prometeu voltar, e Ele nunca mente.
Isso tudo me faz lembrar de quando certos “estudiosos” evangélicos associaram a destruição das Torres Gêmeas do World Trade Center com a visão de Daniel capítulo 8, na qual é visto um carneiro de dois chifres tendo os chifres destruídos por um bode unicórnio. Para os “estudiosos” sem fundamento, os dois chifres seriam os dois prédios atingidos pelos terroristas. E espalharam essa interpretação absurda, ainda que o próprio profeta Daniel deixe claro que o carneiro representa a Medo-Pérsia e o bode, a Grécia. Que falta faz um verdadeiro estudo bíblico…
Mulher, em linguagem simbólica profética, representa igreja. O Sol da Justiça é Jesus. A Lua que Lhe reflete a luz pode representar o sistema sacrifical do Antigo Testamento, que apontava para o Salvador, o Cordeiro de Deus. E as doze estrelas são uma clara alusão aos doze apóstolos. Portanto, a mulher de Apocalipse 12 representa a igreja fiel de Deus, estabelecida sobre os ensinamentos bíblicos, de Jesus e dos apóstolos. Tanto é assim que, em Apocalipse 17, outra mulher, uma prostituta, representa as igrejas apostatadas que dão as costas para a Bíblia e aos mandamentos de Deus, seguindo tradições e dogmas humanos. Tome cuidado com vídeos sensacionalistas espalhados por aí. Pesquisa sua Bíblia por si mesmo, comparando textos com textos, analisando o conjunto das profecias. Compare um capítulo do livro de Daniel com outro. Depois compare Daniel com Apocalipse e note a harmonia que há entre eles. Não se deixe levar por especulações, notícias sobre alinhamentos planetários supostamente proféticos, microchips marca da besta e coisas afins.
Sabe quem tem grande interesse nessas agitações momentâneas que vêm e vão? Sim, ele mesmo. O criador de contrafações. Satanás sabe que tem pouco tempo. Ele, que conhece bem a Bíblia, sabe que a volta de Jesus se aproxima e que os verdadeiros sinais dela estão aí. Por isso ele procura distrair as pessoas. Ele espalha essas notícias falsas, cria falsos sinais para agitar as multidões. Depois que as datas anunciadas passam sabe o que acontece? Desânimo e incredulidade. As pessoas começam a desconfiar de todas as profecias. Começam a achar que o fim nunca virá mesmo. Tornam-se insensíveis às verdadeiras advertências. E isso é tudo o que o diabo quer.
Não caia nessas especulações sensacionalistas. Estude a Bíblia e busque informações confiáveis. Entregue a vida a Cristo e viva em comunhão com Ele. Assim você estará sempre pronto para a segunda vinda dEle. Aconteça quando acontecer.
Michelson Borges
Fonte: https://michelsonborges.wordpress.com/2017/09/15/o-fim-do-mundo-vai-acontecer-em-23-de-setembro/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

PASSWORD RESET

REGISTER


LOG IN